Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 29 de novembro de 2011

SEXO É PECADO?

Nesta última semana dei uma aula para um grupo de adolescentes sobre relacionamento. Fiquei surpresa com a resposta que me deram quando perguntei: "Sexo é ruim, é pecado?" Todos responderam que sim! É um grupo de adolescentes entre 12 e 15 anos, nem todos cristãos. São muito novos, portanto, não têm a obrigação de saber... Mas existem pessoas que estão casadas há anos e ainda tem suas dúvidas... 

Deus se agrada do sexo? Sexo anal ou oral é pecado? Posso fazer sexo na posição que quiser? Posso sentir prazer?  Pra responder tudo isso em detalhes, eu precisaria de muito espaço. Vou tentar ser breve e focar nas prioridades. Vamos começar do começo, rs. 

Quando Deus fez o homem, também criou o pênis, escroto e tudo mais! Com a mulher foi a mesma coisa. Quem mais poderia ter feito o clitóris? Deus, é claro! O homem quando ejacula sente prazer e a mulher, quando bem estimulada, também. Pois bem, pensando assim, podemos concluir que o sexo não foi feito somente para a procriação, mas também para o prazer. No modo convencional, para a mulher engravidar, o homem precisa penetrar o pênis na vagina e ejacular. Foi assim que Deus planejou a procriação. Os filhos seriam gerados a partir da união sexual entre homem e mulher. Então... Deus fez o sexo sim, e com certeza se agrada dele!

"Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne." Gn 2:24 

O problema todo aconteceu quando o ser humano deturpou essa forma linda de expressão de amor. O sexo foi planejado para o casamento! Quando você se une sexualmente a uma pessoa (tendo penetração ou não), você se torna uma só carne com ela. Mas o sexo se tornou tão banal, que hoje em dia é muito comum ver as pessoas trocando de parceiros como se troca de roupa (inclusive os casados!). Queridos, este definitivamente não foi o plano de Deus! Parafraseando Jairo Filho: "Sexo é casamento!"

Bom, vou voltar para o foco desse texto, outro dia continuo o pensamento do parágrafo anterior. E sexo oral, anal ou em outras posições? Deus se agrada disso? Sobre o sexo anal, ele costuma ser muito dolorido para a mulher, pois é um local bastante sensível, cheio de vasinhos internos e externos. Quando um deles estoura, pode surgir a tão famosa e dolorida doença hemorroidária. Além de tudo, o ânus é um lugar muito sujo, criado para eliminar as fezes. Não dá para limpar com sabonete até onde o pênis alcança. Desse modo, o homem poderá transmitir alguma doença para a esposa, caso haja penetração na vagina após o sexo anal. Por tudo isso que citei, não recomendo este tipo de sexo, afinal, Deus criou o orifício certo pra isso! E sentindo prazer do modo natural, não vai ter necessidade no anal, certo?

Existe um debate entre os teólogos sobre origem da palavra sodomita: 

"Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarento, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus". (1 Co 6:9-10) 

Alguns dizem que o significado dessa palavra é a prática do sexo anal no geral e outros dizem que é especificamente entre homens. Outro versículo que pode gerar dúvidas é:

"Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias a natureza. Da mesma forma, os homens as relações naturais com as mulheres, e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão". Rm 1:26,27

A versão da Nova Bíblia Viva diz:

Esta é a razão pela qual Deus os entregou a paixões pecaminosas, a tal ponto que até suas mulheres se voltaram
contra o plano natural que Deus tinha para elas e cederam aos pecados sexuais entre elas mesmas.

Este texto nos faz entender que o problema pode estar no sexo anal ou quem sabe no lesbianismo, já que a continuação diz que a mudança na relação sexual natural era o sexo entre homens. Eu particularmente não sou a favor do sexo anal, mas deixo essas referências com vocês, e peço que o Senhor os oriente.
Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza.
Romanos 1:26
Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza.


Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão.
Romanos 1:26-27
Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza.


Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão.
Romanos 1:26-27

Quanto ao sexo oral, não vejo problema. O homem pode beijar sua esposa dos pés a cabeça e vice-e-versa. A Bíblia não faz nenhuma referência a isso. Se é prazeroso para os dois, não há com que se preocupar, é uma forma de carinho, assim como o beijo... tudo é questão de conversa. Se o seu marido/esposa gosta, porque não agradá-lo(a)? E sobre sexo em posições variadas, penso a mesma coisa.

É importantíssimo que o casal tenha liberdade e intimidade para falar sobre sexo: "Que tal se fizéssemos assim?", "Isso eu não gosto", "Dessa maneira eu sinto dor, vamos tentar de outro jeito", "Gostei muito do que você fez ontem, me deu muito prazer!", "Gosto que você faça tal coisa". Esse tipo de conversa aumenta a intimidade e o prazer no sexo, evitando que um dos dois procure outro parceiro (ou quem sabe a pornografia) para satisfazer seus desejos mais íntimos.

O diálogo num casamento deve ser muito aberto e transparente, inclusive sobre sexo. Se você sente dor, deve falar. Se sente prazer, fale também. Se pensar em alguma coisa diferente, compartilhe com seu cônjuge. Caso estejam enfrentando qualquer dificuldade nesta área, não há nenhum problema em procurar aconselhamento com especialistas, pelo contrário, é recomendadíssimo. Muitas vezes o problema está na área da saúde e um médico adequado poderá resolvê-lo rapidamente, com algumas dicas ou medicamentos. Uma amiga me contou que sentia muitas dores durante a relação sexual nos primeiros anos de casada, por conta de um problema chamado "vaginismo", ou seja, a contração involuntária da musculatura interna da vagina. Ela procurou um médico e com o tempo a questão foi solucionada!

Concluindo, não é errado fazer sexo, o errado está em fazê-lo de forma deturpada! A Bíblia nos ensina quais são as formas erradas de praticar o sexo: fornicação (sexo fora do casamento), prostituição, adultério, incesto (sexo entre parentes muito próximos), pornografia, bestialismo (sexo com animais), pedofilia, swing, homossexualismo,etc.

Deixo aqui mais algumas (só algumas) referências: 

Mas a prostituição, e toda a impureza ou avareza, nem ainda se nomeie entre vós, como convém a santos. Ef 5:3

Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo! 1Cor 6

Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os não cristãos se nomeia, como é haver quem abuse da mulher de seu pai. 1Cor 5:1 

Até a próxima!

Dani Marques



Um comentário:

  1. Esses 2 aí mesmo da foto estão em pecado, pois a mulher está deitada por cima do homem, não pode, é inversão de papeis kkkk (brincadeira). Concordo com tudo, Parabéns, só detesto e não concordo com essa frase que "Sexo é casamento" pois isto induz ao pecado. Os adolescentes estão doidos pra ouvir uma frase desta e sair fazendo sexo então, pois seria uma forma de apressar o casamento né, se casar só fazendo sexo, e a maioreia deles fazem, mas logo depois se separam por qualquer motivo, comeram as frutas, mas não se casaram coisa nenhuma, então transam de novo com outro e outro e outro. Sexo não é casamento, mas sexo confirma o matrimônio na noite do casamento, sexo consuma o casamento, mas apenas na noite de núpcias, não adianta querer abrir o presente antes da hora, tem que abrir na hora certa, por causa disto há tanta fornicação por aí, pois os que se dizem cristãos querem viver do mesmo jeito dos do mundo com toda a imoralidade, depois ficam aí chorando com uma criança no útero e sozinhas, abandonadas.

    ResponderExcluir

Queridos leitores, até o final do ano não terei condições de responder as mensagens enviadas, infelizmente. Eu precisaria de 48 horas no dia para conseguir responder a todos os e-mails que recebo. Espero que os textos e casos já postados possam ajudá-los de alguma forma. Conto com a compreensão de vocês! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...